https://www.fapjunk.com https://pornohit.net london escort london escorts buy instagram followers buy tiktok followers
- PUBLICIDADE -

Com liderança candanga, Brasil conquista torneio na França ao vencer vice-campeãs mundiais

Sob o comando do técnico do Capital CF, o candango Gabriel Goulart, a seleção brasileira feminina de goalball conquistou neste domingo (25) o título do Torneio Internacional da França, disputado na cidade de Cap d’Agde, ao derrotar na final a Coreia do Sul por 3 x 1. As sul-coreanas são as atuais vice-campeãs mundiais e haviam vencido as brasileiras um dia antes por 5 x 4. Além dos dois países citados, também participaram Espanha, Itália e França.

A competição serve de preparação para o principal foco da temporada, que é buscar a classificação da equipe feminina aos Jogos Paralímpicos de Paris 2024 – o time masculino já está garantido porque foi campeão do mundo em 2022. Ainda sem vaga garantida, as mulheres terão duas possibilidades de carimbar o passaporte: os Jogos Mundiais da IBSA, em agosto, na Inglaterra, e o Parapan-Americano, em novembro, no Chile. Apenas o campeão de cada torneio se classifica a Paraolimpíada.

O grupo treinado por Gabriel Goulart encerrou sua campanha com cinco vitórias e uma derrota. “É sempre muito proveitoso participar de competições internacionais. A gente acaba enfrentando dificuldades dentro e fora de quadra que fortalecem a preparação para o Mundial. Foi bom sentir o calor do jogo, anotar o que é preciso ainda seguir ajustando e hoje entramos mais ligados, com outra postura defensiva diante das sul-coreanas”, explicou Gabriel, fazendo uma comparação com o confronto anterior diante das asiáticas quando o Brasil chegou a estar perdendo por 5 x 1. “Essa medalha traz uma alegria para o grupo, então, estamos voltando para casa muito orgulhosos do trabalho em equipe que estamos construindo”, completou.

O time começou o jogo decisivo com Carol Duarte, Jessica e Gaby, sendo as duas últimas também da equipe do Capital CF, e treinam no Centro Olímpico e Paralímpico de São Sebastião. As sul-coreanas saíram novamente na frente do placar, a exemplo do jogo de sábado, mas desta vez o Brasil não permitiu que as rivais impusessem seu ritmo e conseguiram a virada ainda na etapa inicial com dois gols de Carol, que voltaria a marcar no fim da partida para decretar o placar final de 3 a 1. Dani Longhini entrou no segundo tempo no lugar de Jéssica e fechou o jogo como titular. Ainda representaram a Seleção no torneio as jogadoras Kátia e Moniza.

“Chegar até a final foi uma construção de um trabalho que vem sendo feito desde o começo do ano. O que mais prevaleceu na final foi a união do grupo, por isso conseguimos chegar à vitória contra uma equipe forte, vice-campeã mundial. Vimos que temos potencial também e só prova ainda mais para nós que podemos chegar no nosso objetivo principal, que é a vaga para Paris”, falou a experiente Carol Duarte, que retornou à Seleção este ano.

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo