- PUBLICIDADE -

Em Marrocos, seleção pré-olímpica revela susto após terremoto

A seleção masculina pré-olímpica (sub-23) de futebol está em Marrocos para dois amistosos com os anfitriões. O país africano foi atingido, na noite de sexta-feira (8), por um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter, que resultou na morte de mais de 1.000 pessoas. Mesmo a cerca de 700 quilômetros do epicentro, jogadores e comissão técnica do Brasil relataram terem sentido o tremor. Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a delegação está em segurança.

“Eu estava deitado e comecei a sentir a cama tremer. Levantei assustado. Olhei para o abajur e vi que estava balançando. Aí, saí do quarto. Foi um susto. Buscamos segurança. Fomos muito bem tratados e orientados. Seguimos para a área da piscina por precaução, é um lugar mais aberto. Graças a Deus estamos em segurança. Infelizmente já sabemos do número de mortos. É algo muito grave, a gente fica sentido e presta nossa solidariedade a todo povo marroquino e aos que estão ajudando na busca dessas pessoas”, comentou o meia-atacante Paulinho, ao site da CBF.

“A gente está falando sobre vidas, um terremoto, uma tragédia, nunca é fácil falar sobre isso. Agora, o adversário do próximo amistoso e o próprio jogo ficam de lado. Na hora, pensamos logo em buscar abrigo para ficar em segurança. Em seguida, no meu caso, procurei contato com familiares e amigos para tranquilizá-los”, disse o lateral Abner, também à página da entidade.

O ex-jogador Branco, coordenador-técnico das Seleções de Base, manifestou-se em nome do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues. Tetracampeão mundial pelo Brasil em 1994, o dirigente revelou ter já vivenciado tremores em outras três ocasiões, mas que o abalo presenciado em Marrocos, mesmo distante do epicentro, foi forte.

“A cama começou a balançar de um lado para o outro. Vi os lustres também balançando. Imaginei logo [que fosse um terremoto]. Corri para o armário, peguei meus celulares e passaporte e saí correndo, chamando os atletas para que descessem pela escada em busca de um abrigo. Prestamos nossa solidariedade a todo povo marroquino e todas as equipes de resgate”, afirmou Branco.

O primeiro dos amistosos entre as seleções olímpicas de Brasil e Marrocos foi disputado na quinta-feira (7), em Fez, com vitória dos anfitriões por 1 a 0. O segundo duelo, a princípio, está marcado para segunda-feira (11), às 16h (horário de Brasília), no mesmo local. Ainda não há informação sobre a realização ou não da partida.

Apoio

O governo federal divulgou o contato da Embaixada do Brasil em Rabat, capital de Marrocos, que pode ser contatada pelo telefone +212 661 16 81 81 (inclusive WhatsApp). Outro canal de atendimento é o plantão consular do Itamaraty, no telefone +55 (61) 98260-0610 (também Whatsapp). Até agora, não há notícia de brasileiros entre as vítimas do terremoto.

Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

Continue Lendo