- PUBLICIDADE -

Copa do Brasil: Flamengo volta a derrotar Grêmio e está na decisão

O Flamengo derrotou o Grêmio por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (16) no estádio do Maracanã, para se classificar para a final da Copa do Brasil, onde medirá forças com o São Paulo, que superou o Corinthians na outra semifinal da competição.

Jogando para um público de mais de 65 mil pessoas, o Rubro-Negro não fez uma grande apresentação, mas mostrou frieza para aproveitar a oportunidade que teve para sair com a vitória e confirmar a presença na grande decisão.

O Flamengo foi o primeiro a chegar com perigo, logo aos 6 minutos, quando o volante Gerson cruzou na medida para Bruno Henrique, que cabeceou para obrigar o goleiro Gabriel Grando a fazer uma grande defesa à queima-roupa.

Mas, precisando de gols para sonhar com a classificação, o Grêmio partiu para o ataque e teve oportunidades de abrir o marcador aos 29 minutos, com chute de Bitello que parou nas mãos de Matheus Cunha, e aos 31, com pancada de fora da área do uruguaio Luis Suárez defendida pelo goleiro rubro-negro.

A pressão do time de Porto Alegre aumentou após o intervalo e o gol ficou próximo de sair aos 7 minutos do segundo tempo, com chute forte de Luis Suárez que Matheus Cunha desviou para fora, e aos 13, com finalização de Ferreira que parou na trave.

Porém, aos 24 minutos do segundo tempo o VAR (árbitro de vídeo) chamou o juiz para analisar uma disputa de bola na qual a bola bateu na mão do zagueiro Rodrigo Ely. E, após olhar no monitor, Bráulio da Silva Machado decidiu marcar pênalti. O uruguaio Arrascaeta foi para a cobrança e não falhou.

Com o 1 a 0 a equipe comandada pelo técnico argentino Jorge Sampaoli soube administrar a vantagem para sair com a vitória e a vaga na final. Agora o São Paulo e o Flamengo fazem a grande decisão da competição em partidas nos dias 17 e 24 de setembro.



Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

Continue Lendo