- PUBLICIDADE -

Abner Teixeira e Yuri Neves avançam às oitavas do Mundial de Boxe

O Brasil avançou nesta quinta-feira (4) às oitavas de final do Mundial de Boxe, em Tashkent (Uzbequistão), com o medalhista olímpico Abner Teixeira (categoria acima de 92 quilos) e Yuri Reis (63,5 kg). Também teve estreia vitoriosa hoje do paraense Michael Trindade (51 kg).  

O Mundial vai até 14 de maio, com transmissão ao vivo no site do Canal Olímpico do Brasil. As lutas ocorrem pela manhã (6h e 10h) e a programação é divulgada no dia anterior aos combates, às 21h30, nas redes sociais da Confederação Brasileira de Boxe (CBboxe).

Bronze nos Jogos de Tóquio, o pugilista Abner Teixeira, de 26 anos, busca sua primeira medalha no Mundial. Natural de Osasco (SP), ele estreou hoje com pé direito ao superar o sérvio Vladan Babic, por decisão. A luta nas oitavas, prevista para domingo (7), será contra o georgiano Nikolos Begadze.

Debutante no Mundial, o capixaba Yuri “Falcão” Reis, de 20 anos, emplacou sua segunda vitória na competição. Campeão brasileiro no ano passado, Falcão derrotou hoje (4) o indiano Shiva Tapia, número três no ranking, numa luta emocionante. Venceu bem o primeiro round, sofreu revés no segundo e levou a melhor na última parcial por decisão dividida dos juízes. No confronto pelas oitavas, provavelmente no sábado (6), Falcão terá outro desafio e tanto. O adversário será o cubano Lázaro Estrada, tricampeão mundial e três vezes medalhista olímpico.

Esta quinta (4) também foi boa para o paraense Michael Trindade, de 22 anos, que estreou no Mundial atropelando o sul-coreano Jo Sehyeong. A segunda luta do brasileiro será na próxima terça (9) contra Masud Yusifzada (Azerbaijão).

Além de Abner, Yuri e Falcão, o Brasil conta  com outros quatro atletas no Mundial: Luiz Gabriel Oliveira (51 kg), Wanderson Oliviera (71kg), Wanderley Pereira (80 kg) e Keno Machado (abaixo de 92 kg), vice-campeão mundial em 2021.

De olho nos Jogos de Paris 2024

Tradicionalmente a pontuação no Mundial seria decisiva na corrida por uma vaga olímpica. No entanto, a Associação Internacional de Boxe (IBA), organizadora da competição, está suspensa pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), o que a impede de definir os critérios de classificação para os Jogos de Paris 2024.

De acordo com a CBboxe, a classificação para Paris 2024 ocorrerá este ano nos Jogos Pan-Americanos de Santiago (Chile), de 20 de outubro a 5 de novembro. 



Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

Continue Lendo