- PUBLICIDADE -

Inglaterra vence Brasil nos pênaltis e fica com título da Finalíssima

A esperada vitória não veio, mas o Brasil deixou uma boa impressão na derrota de 4 a 2 nos pênaltis para a Inglaterra (após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar), na tarde desta quinta-feira (6) diante de um público de 83.132 pessoas no estádio de Wembley, na partida que valeu o primeiro título da Finalíssima (confronto entre as campeãs sul-americana e europeia).

Diante de uma das equipes apontadas como favoritas ao título da Copa do Mundo de futebol feminino (que será disputada na Austrália e na Nova Zelândia entre 20 de julho e 20 de agosto) a técnica sueca Pia Sundhage optou por iniciar a partida com uma defesa reforçada, com uma linha de cinco jogadoras (três zagueiras e duas laterais).

Porém, esta formação não conseguiu impedir a Inglaterra, atual 4ª colocada do ranking de seleções da Fifa, de mandar na partida nos primeiros minutos. E foi justamente no início do confronto que as Leoas chegaram ao gol da vitória. Aos 22 minutos a lateral Lucy Bronze tabelou com a meio-campista Stanway e tocou para Toone, que chegou batendo de primeira para superar Lelê.

Aos 28 a equipe da casa chegou a superar novamente a goleira brasileira com Lauren James, mas o lance foi anulado após a árbitra assinalar impedimento na jogada.

Nos 15 minutos da segunda etapa a seleção brasileira viveu o seu melhor momento na partida. A equipe comandada por Pia Sundhage adiantou suas linhas e pressionou muito a saída de bola das inglesas. Com isso, roubou algumas bolas e criou ao menos seis chances de marcar.

Depois a partida ficou igual, com as duas equipes alternando oportunidades. Porém, o Brasil foi muito corajoso nos minutos finais e, na base da vontade, arrancou o empate já aos 47. Adriana cruzou rasteiro para área e a goleira Earps defendeu apenas de forma parcial. Andressa aproveitou o rebote e chutou firme para empatar e levar a decisão para as penalidades máximas.

Nos pênaltis, Stanway e Adriana não falharam na primeira rodada. Depois Lelê encheu o Brasil de esperança de ficar com o título ao defender o chute de Toone. Mas logo depois Earps defendeu o chute de Tamires, enquanto Daly não vacilou. Rafaelle chutou no travessão e Alex Greenwood marcou. Kerolin manteve a equipe canarinho viva, mas Chloe Kelly não perdoou e fechou a disputa em 4 a 2.

Agora o Brasil se prepara para o amistoso contra a Alemanha, o último antes da Copa do Mundo. A partida contra o time que ocupa a 2ª posição do ranking da Fifa será disputada na próxima terça-feira (11) na cidade de Nuremberg (Alemanha).



Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

Continue Lendo