- PUBLICIDADE -

Acordo entre clubes libera elenco do Água Santa para final do Paulista

A possibilidade de não ter à disposição a maior parte do elenco que levou o Água Santa a uma inédita final de Campeonato Paulista, devido ao fechamento da janela de transferências, era uma preocupação do técnico Thiago Carpini. Um acordo revelado nesta terça-feira (21), entre os clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, porém, afastou esse risco.

Na última segunda-feira (20), após a classificação contra o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, em Santos (SP), Carpini se mostrou preocupado com a partida de volta da final do Paulistão, diante do Palmeiras, estar prevista para 9 de abril. É que a janela para transferências fecha seis dias antes. Como o Água Santa não está envolvido em nenhuma das quatro divisões do Brasileiro e não disputará mais competições em 2023, parte do elenco já tem acerto com times das Séries A e B. Desta forma, para não ficarem parados até julho, quando a janela reabre, os jogadores, em tese, teriam que deixar o clube de Diadema (SP) antes do segundo jogo da decisão.

“Acho que 80% desse elenco tem contrato já acordado para uma Série B e se dia 4 [de abril] eles [jogadores] não estiverem [livres] na janela, como vão fazer para a sequência da vida deles? E como o Água Santa faz para disputar esses dois jogos? A gente espera que possa pelo menos competir e fazer uma final digna de Paulistão”, disse o treinador, em entrevista coletiva.

Em nota à Agência Brasil, porém, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que houve um acordo entre os times das duas principais divisões nacionais, no Conselho Técnico das competições, realizado em fevereiro, para atletas envolvidos com os Estaduais em datas fora da janela. “Não é uma extensão da janela, apenas uma excepcionalidade nesses casos. A medida visa não prejudicar os interesses dos jogadores”, explicou a entidade.

Até o ano passado, o calendário do futebol nacional não era interrompido durante o período destinado aos jogos de seleções, a chamada “data Fifa”. Isso mudou para 2023, para que os clubes com atletas convocados não fossem atrapalhados por desfalques. Assim, as finais do Paulista foram agendadas, inicialmente, para os dias 2 (ida) e 9 (volta) de abril. Neste sábado (25), às 19h (horário de Brasília), o Brasil encara Marrocos no Estádio Ibn Batouta, na cidade marroquina de Tânger.

Desta forma, o Água Santa poderá contar com praticamente todo o elenco nos dois jogos da decisão. O zagueiro Joílson, que rompeu o ligamento cruzado anterior de um dos joelhos, é o único desfalque certo na partida de volta. Para o duelo de ida, além dele, o Netuno – como o clube é conhecido – não terá à disposição o zagueiro Rodrigo Sam, expulso contra o Bragantino.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) se reunirá com Palmeiras e Água Santa na próxima semana para definir datas, horários e locais das partidas. O segundo jogo, com mando alviverde, será no Allianz Parque, em São Paulo. O primeiro – que terá o Netuno como time da casa – ainda não tem palco certo. Sem poder utilizar a Arena Inamar, em Diadema, por falta de iluminação, o clube terá de atuar em outro estádio. A preferência é por contar, novamente, com a Vila Belmiro. Contra o Bragantino, foram mais de 11 mil torcedores presentes nas arquibancadas, número superior à média de público do próprio Santos no Paulistão.

Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
Agência Brasil
Agência Brasilhttps://agenciabrasil.ebc.com.br
A Agência Brasil é uma agência pública de notícias criada em 1990. Mantém o foco em temas de impacto no cenário nacional, em áreas como política, economia, cidadania, pesquisa, inovação e cultura.

Continue Lendo