- PUBLICIDADE -

Brasiliense empata com o Humaitá-AC e segue vivo na Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (23/2), o Brasiliense Futebol Clube conquistou sua vaga na segunda fase da Copa do Brasil, ao empatar em 2×2 fora de casa o Humaitá-AC. O jogo no Estádio Florestão foi cheio de emoções, e a equipe da casa abriu o placar no começo do primeiro tempo, com Aldair, mas o Jacaré virou com Marcão, de pênalti, e Badhuga. Os acreanos chagaram ao empate com Luiz Fernando, mas o resultado não foi o suficiente. Pelo regulamento da primeira fase da competição, o visitante tem a vantagem do placar igual.

O Jacaré agora aguarda o vencedor do confronto entre Globo-RN e Internacional, que será disputado no próximo dia 3 de março, às 21h30, no Estádio Manoel Barreto, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte. Independendo do adversário, o Brasiliense jogará fora de casa, em jogo único. Em caso de empate, a vaga para a próxima fase será decidida nas penalidades máximas.

Primeiro tempo
Os donos da fizeram bom uso do conhecimento do campo, e pressionaram no começo até chegar ao gol com uma bola parada. Aos três minutos, bola levantada na área do Jacaré e Dodô ajeitou para Aldair escorar e abrir o placar. 1×0.

O gol não abalou a equipe amarela, que passou a dominar as ações ofensivas. Aos 13’, Matheus Barboza fez ótima jogada individual driblando a marcação e acionado Marcão, que invadiu a área e bateu para fora com muito perigo. Três minutos depois, Zotti cobrou escanteio aberto, e Preto Costa apareceu para cabecear, mas no meio do gol e o goleiro Marcão fez a defesa encaixando a bola.

Aos 21’otti levantou para área mais uma vez, e quem subiu foi Marcão para testar por cima do gol. O Humaitá respondeu logo em seguida, em um contra golpe puxado por Aldair, que viu Matheus Brandão adiantado e arriscou de fora, mas mandou por cima.

Jogando melhor, o Jacaré chegou ao empate. Com 31 minutos de jogo, Matheus Barboza levantou para Luquinhas, que pegou de primeira e Felipe Xavão bloqueou o chute com o braço. Pênalti marcado por Douglas Marques da Flores, que aplicou o segundo amarelo ao atleta e consequentemente o vermelho, deixando o Humaitá com um a menos. Marcão foi para a cobrança e balançou a rede. 1×1.

O último lance de perigo do primeiro tempo foi construído pelo Humaitá. Aos 38’, Fabinho finalizou de fora no cantinho, mas Matheus Brandão caiu seguro para ficar com a bola.

Segundo tempo eletrizante
A segunda etapa começou bem movimentada, mas a equipes não conseguiam transformar a posse de bola em jogadas perigosas. A primeira chegada aconteceu aos sete minutos, quando o Humaitá encaixou um contra-ataque, com Aldair, que puxou para o meio e novamente arriscou de fora um chute que se perdeu por cima da meta.

No minuto seguinte, foi a vez de Ferrugem (que entrou no intervalo no lugar de Radamés) finalizar de fora e o goleiro Marcão caiu no cantinho para fazer a defesa e ceder o tiro de canto. Na cobrança, Zotti levantou e Luquinhas, no segundo poste, girou e bateu, mas Marcão faz a defesa.

Os chutes de fora passaram a tomar a tônica do jogo, e foi assim que o Humaitá assustou mais uma vez. Aos 16’, Fabinho experimentou e a bola saiu pela direita tirando tinta da trave.

O Jacaré também respondeu assim. Aos 20’, Bernardo cobrou falta direto para o gol e Marcão fez a defesa de manchete com muita dificuldade colocando para escanteio. Na cobrança, Bernardo bateu fechado e a bola sobrou com Marcão, que levantou e Railon cabeceou dividindo com a marcação. Badhuga pegou a sobra e testou para o fundo do gol aberto. Virada amarela. 2×1.

As jogadas de escanteio eram as armas fortes do Brasiliense. Aos 30’, Bernardo levantou e Railon cabeceou uma bola que passou em frente ao gol. Logo depois, foi a vez de Aldo desviar a bola que se perdeu pela esquerda.

O Humaitá não desistiu do jogo, e se laçava bem nas poucas chances que tinha. Aos 33’, Gilberto, em seu primeiro lance na partida, invadiu a área e bateu em cima de Matheus Brandão. No minuto seguinte, Caique lançou Luiz Fernando, que acabou contando com o toque de Railon para deixa-lo na cara do gol para finalizar e empatar o jogo. 2×2.

Com a marcado do jogo, os últimos lances de perigo foram tiros de longe, com Marcão, aos 35’ para o Brasiliense, e Reginaldo, aos 40’, para o Humaitá. Precisando venceu, o time acreano se lançou, mas a defesa do Jacaré se manteve segura e decretou o resultado que classificou a equipe.

Brasiliense FC
Foto: Manoel Façanha/Especial Metrópoles

- PUBLICIDADE -

Últimas

Brasiliense vence o Ceilândia e se isola na liderança no grupo da Série D

O Brasiliense Futebol Clube chegou aos 13 pontos e...

Jacaré vence fora de casa e lidera o Grupo A5 da Série D

Jogando fora de casa, no domingo,1, o Brasiliense Futebol...

Cresspom é goleado pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro

O time de futebol feminino do Cresspom encarou o...

Maria Fernanda embarca para a Copa do Mundo de Tênis em Cadeira de Rodas

Otimismo é a palavra que define o momento da...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Brasiliense vence o Ceilândia e se isola na liderança no grupo da Série D

O Brasiliense Futebol Clube chegou aos 13 pontos e assumiu a liderança isolada do Grupo A5 da Série D. A equipe venceu o rival...

Jacaré vence fora de casa e lidera o Grupo A5 da Série D

Jogando fora de casa, no domingo,1, o Brasiliense Futebol Clube conquistou sua segunda vitória no Grupo A5 da Série D e se manteve na...

Cresspom é goleado pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro

O time de futebol feminino do Cresspom encarou o Grêmio neste sábado, 30, no CFT Presidente Hélio Dourado, em Eldorado do Sul. As Gurias...